Procurar no site


Contacto

Questionário

Você gostou do site?

Total de votos: 106

 

Confissões de Adolescente

Confissões de Adolescente

1a Exibição: 22 de agosto de 1994

Tema de Abertura: "Sina" por Gilberto Gil 

Sinopse

Quatro irmãs adolescentes descobrindo juntas o mundo: Diana, Bárbara, Natália e Carol. Elas vivem em Ipanema e o seu cotidiano é característico de meninas dessa idade: passeios de bicicletas, shopping-centers, subidas de árvores, e é claro, a vida e seus mistérios. Para mediar os conflitos, está o advogado Paulo, o pai solteiro e moderno/careta tendo que lidar com o desenvolvimento das filhas. Diana e Bárbara são filhas do primeiro casamento de Paulo, e Carol, do segundo. Já Natália é sua enteada, filha da sua segunda esposa, também mãe de Carol, que faleceu.

Todas as garotas tem personalidades marcantes e suas diferenças fazem com que elas se completem. Carol, 13 anos, a mais nova, é a brincalhona, sempre alto-astral, vivendo um eterno verão de alegrias. É irônica e não gosta de fazer amizades com mulheres por considerá-las pedantes, preferindo a companhia dos meninos. Natália, 16 anos, é romântica, frágil e sonhadora. Tímida, se acha feia e rejeitada por ter perdido a mãe e não ter contato com seu verdadeiro pai. Bárbara, 17 anos, é esperta e prática. Cursa o segundo grau, não sabe o que quer da vida, mas viveu várias aventuras com seus amigos, tendo, inclusive, perdido a virgindade ainda cedo. E, finalmente Diana, 19 anos, uma leonina que tem em sua alma o outono, as folhas caindo, o movimento constante. Estudante de Comunicação, escreve para o jornal da Faculdade. Por ser a mais velha, assume o papel de mãe para as irmãs mais novas. Ela é a narradora das histórias.

É no dia-a-dia dessas garotas que surgem suas descobertas sobre a vida: crises de identidade, amores, sexo, gravidez, aborto, temas que fazem parte do dia-a-dia dos jovens burgueses em qualquer lugar do mundo em qualquer época, e que serão vividos por essas quatro irmãs que acabam descobrindo como superar, aprender e crescer nessa fase tão difícil, para finalmente se tornarem mulheres.

 

Elenco

Ator/Atriz Personagem Temporadas(s) Anos Creditados Primeira Apariação Apariação Final
Maria Mariana Diana 1-2 1994–1996 "O Primeiro Beijo" "Somos Todos Iguais?"
Georgiana Góes Barbara 1-2 1994–1996 "O Primeiro Beijo" "Somos Todos Iguais?"
Danielle Valente Natália 1-2 1994–1996 "O Primeiro Beijo" "Somos Todos Iguais?"
Deborah Secco Carol 1 1994–1995 "O Primeiro Beijo" "Por Um Triz"
Camila Capucci Carol (a mesma) 2 1996 "O Príncipe Encantado" "Somos Todos Iguais?"
Luiz Gustavo Paulo 1-2 1994–1996 "O Primeiro Beijo" "Somos Todos Iguais?"

 Curiosidades 

  • O diretor da peça teatral foi Domingos de Oliveira, pai da autora Maria Mariana e o elenco era formado por Maria Mariana, Ingrid Guimarães, Carol Machado e Patrícia Perrone. Depois, Maria teve que sair e foi substituída por Gabriela Duarte.
  •  
  • O DVD da série foi lançado em uma festa, em 17 de outubro de 2005, com a presença de Daniel Filho, o diretor da série, e as atrizes protagonistas, com exceção de Deborah Secco. O DVD tem a primeira temporada da série com 21 episódios, e a segunda temporada (gravada na França) com 18 episódios.
  •  
  • As histórias retratadas na série basearam-se na peça homônima de Maria Mariana sobre suas experiências reais de vida. Confissões de Adolescente atraiu o público através das histórias conflituosas das quatro garotas, sobre paqueras, estudos, o primeiro sutiã, a primeira menstruação, aborto, enfim tudo que a platéia adolescente queria ver, atingindo em cheio as expectativas da platéia "teen" de todas as idades.
  •  
  • A cada dia, o enfoque da trama era dado para a experiência vivida por uma das garotas, sendo que as demais surgiam como coadjuvantes, envolvendo-se, emitindo opiniões, aconselhando e ajudando a protagonista do episódio.
  •  
  • Filmada em película 16 mm (primeira série brasileira de televisão nesse formato), destacou-se por ser uma produção independente e sem grandes recursos, mas que manteve um significativo sucesso, arrancando aplausos tanto do público quanto da crítica. Um dos poucos seriados fora dos padrões globais a possuir uma repercussão internacional tão boa.
  •  
  • No Brasil, o primeiro ano da série foi exibido pela TV Cultura (a partir de 22 de agosto de 1994). Logo no 2º ano, a partir de 1 de junho de 1996, foi exibido pela TV Bandeirantes, constando com 19 episódios inéditos. No ano de 1997 voltou a ser exibida pela Cultura, reapresentando o que fora transmitido pela Bandeirantes. A partir de 2001, a série foi reprisada no canal Multishow (Net/Sky).
  •  
  • O sucesso de Confissões de Adolescente é compreensível, quando nos deparamos com roteiros tão primorosos cheios de lições de vida sem caretice, uma narrativa ágil, uma marcante fotografia, interpretações e direção de peso.
  •  
  • A série trouxe as chamadas participações afetivas, em que os atores convidados não recebiam nada pela participação, atuavam por amizade e carinho pela produção. Entre eles: Marieta Severo, Débora Bloch, Cláudia Gimenez, Maitê Proença, Lília Cabral, Lucélia Santos, Drica Moraes, Pedro Cardoso, Rúbens de Falco, Cristina Pereira, e outros.
  •  
  • Um dos destaques na edição da série eram os momentos em que os atores usavam a metalinguagem conversando com o público, dando verdadeiras confissões aos telespectadores, com depoimentos olhos nos olhos para nos deixar mais próximos dos conflitos tratados em determinado episódio.
  •  
  • Alguns episódios da série tiveram parte deles rodados em Cannes, França, assim que os direitos do programa foram vendidos para a TV Francesa TF-1. Esses episódios mostravam as meninas passando as férias fora do Brasil. A partir desta temporada Diana (Maria Mariana) decide estudar na França e viver com uma família francesa.
  •  
  • Ao término da série, Confissões de Adolescente foi indicado a um Emmy Award como melhor série internacional. Foram produzidos 23 episódios, exibidos no Brasil, Israel, Finlândia, Grécia, França, Portugal e Nova Zelândia.
  •  
  • A peça teatral de Maria Mariana foi escrita a partir de seus diários, e além da série, rendeu também um livro-áudio e um filme. A peça estreou no Rio de Janeiro em 8 de março de 1992 e tinha no elenco original, além de Maria Mariana, Ingrid Guimarães, Carol Machado e Patrícia Perrone. Maria deixaria e peça mais tarde e foi substituída por Gabriela Duarte.
  •  
  • "Nunca tinha visto tão de perto a alma de uma jovem adolescente. (...) Coisas fora do meu conhecimento. Chorei várias vezes durante a precária montagem, feita porém com grande emoção. Ali tinha um programa de televisão. Barato, algo que não existia no ar, instigante, diferente. Naquele mesmo instante fiz a proposta da compra dos direitos".
  •  
  • Daniel Filho, o diretor, narra em seu livro O Circo Eletrônico, ao assistir pela primeira vez a peça de Maria Mariana:
  •